AME Patos de Minas

Contra Suicídio, Projeto

Contra Suicídio, Projeto

“... eu venci o mundo.” (João 16:33)

 

Valorizar a vida não é mais uma questão filosófica ou religiosa: tornou-se questão de saúde pública. A cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo, e a cada três segundos uma pessoa atenta contra a própria vida. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS) e se materializam, cada vez mais, nos casos de autoextermínio trazidos pela mídia e pelas redes sociais.

Esses números assustam, ainda mais, quando se referem aos jovens. Nos últimos 12 anos, a taxa de autoextermínio na população de 15 a 29 anos subiu de 5,1 por 100 mil habitantes em 2002, para 5,6 em 2014 - um aumento de quase 10%. As estatísticas mais recentes no Brasil são do Mapa da Violência 2017, estudo publicado anualmente a partir de dados oficiais do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde.

Diante dessa realidade, a União Espirita Mineira elaborou e lança o Projeto “Vencer na Vida é Viver”, com o intuito de valorização da vida e o que pode ser feito para melhorá-la. A ideia é humanizar e sentimentalizar as abordagens e informações sobre o suicídio, levando à reflexão, conscientização e consolo a todos sobre a seriedade do problema.

Promovida pela Área de Comunicação Social Espírita (ACSE) da UEM-COFEMG, a campanha terá embasamento no Evangelho de Jesus, nas obras de Allan Kardec e na psicografia de Chico Xavier, principalmente.

O projeto é baseado na campanha de valorização à vida da Federação Espírita Brasileira (FEB), e a demanda sempre existiu, mas, em 2017, a questão do autoextermínio veio à tona na mídia através de diversos formatos, entre eles, um jogo virtual disseminado no mundo todo e denominado “Jogo da Baleia Azul”, além da repercussão mundial do livro e série intitulados ‘Os 13 Porquês’”.

A forma como o suicídio é abordado nas redes sociais gera uma abertura para se falar com mais naturalidade na mídia atual, causando movimentação e grande preocupação sobre como a abordagem chega, principalmente ao jovem. “Acreditamos que o assunto é tratado com muitos julgamentos e inseguranças, incompreensão, leviandade e, às vezes, até de forma agressiva. Isso pode levar a pessoa que pensa seriamente em cometer o autoextermínio a sentir-se cada vez mais deslocada do mundo, e cada vez menos capaz de pedir ajuda”, completa Alessandra Castro, da ACSE-UEM.

 

NÚMEROS

Em 1980, a taxa de suicídios na faixa etária de 15 a 29 anos era de 4,4 por 100 mil habitantes. O índice chegou a 4,1 em 1990 e a 4,5 em 2000. Dessa forma, entre 1980 a 2014, houve um crescimento de 27,2% dos casos de autoextermínio entre jovens no Brasil.

Entretanto, não é só o nosso país que registra crescimento dos casos de suicídio entre jovens. Em 2012, essa foi a segunda causa de morte de jovens no mundo, e no Brasil o cenário é similar. Segundo o idealizador do Mapa da Violência, o sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, o suicídio também cresce no conjunto da população brasileira. A taxa aumentou 60% desde 1980.

Estima-se que até 2020 poderá ocorrer um incremento de 50% na incidência anual de mortes por suicídio em todo o mundo, sendo que o número de vidas perdidas desta forma, a cada ano, ultrapassa o número de mortes decorrentes de homicídio e guerra combinados. Além disso, cada suicídio tem sério impacto na vida de pelo menos outras seis pessoas.

 

MÚSICA

O título do projeto “Vencer na vida é viver” é inspirado na música “A Vida é pra Valer”, de autoria de André Siqueira (ACSE-FEB) e Alexandre Siqueira, que consta na fundamentação do projeto. A canção foi encaminhada pela FEB como uma das ações da instituição em campanha de valorização da vida.

CLIQUE AQUI e ouça “A Vida é pra Valer”.

 

LOGOTIPO

Duas mãos dispostas simbolizando asas, as mesmas (sabedoria e sentimento) referenciadas por Emmanuel e Chico Xavier como instrumentos de libertação para seguir em frente, e em paz. Esse conceito serviu de base para o logotipo do projeto “Vencer na vida é viver”, cujas letras se aproximam mais do público jovem.

A marca traz, ainda, corações no núcleo das mãos, que simbolizam a libertação através do amor e do Evangelho, o acolhimento pelo trabalho e mostrando que a vida está nas ‘mãos’ de quem a possui.

Para entender melhor o processo de criação do logo e fazer o download, CLIQUE AQUI.

 

INICIATIVAS

A preocupação com o tema ‘autoextermínio’ é constante diante dos números, mas ganha reforço através de campanhas, especialmente, no mês de setembro, definido mundialmente como mês de prevenção ao suicídio. A União Espírita Mineira vem realizando, ao longo de 2017, iniciativas que abordam o assunto, como a Semana de Amor à Vida.

A programação se encerra este mês, aproveitando o “Setembro Amarelo”, com uma ampla variedade de palestras e abordagens para o público em geral. CLIQUE AQUI e saiba mais.

Author: https://www.uemmg.org.br

Fonte: https://www.uemmg.org.br/noticias/contra-suicidio-projeto-vencer-na-vida-e-viver-e-lancado-pela-uem

Leia Mais

7 de setembro: a Pátria do Evangelho é livre, mas mantém suas responsabilidades

7 de setembro: a Pátria do Evangelho é livre, mas mantém suas responsabilidades

7 de setembro: a Pátria do Evangelho é livre, mas mantém suas responsabilidades

II Semana Nacional de Arte Espírita oferece apresentações em sete cidades mineiras

II Semana Nacional de Arte Espírita oferece apresentações em sete cidades mineiras

II Semana Nacional de Arte Espírita oferece apresentações em sete cidades mineiras

União Espírita Mineira realizará ‘Semana Allan Kardec’ em Outubro

União Espírita Mineira realizará ‘Semana Allan Kardec’ em Outubro

União Espírita Mineira realizará ‘Semana Allan Kardec’ em Outubro